Notícias em Português

Brasil: Ocupar, Resistir e Produzir! - As feiras do MST - video

As feiras do Movimento Sem Terra celebram nossa luta. Depois de ocupar e produzir, resistimos cotidianamente socializando nossa cultura e a produção de alimentos saudáveis com o povo da cidade. Nós seguimos em luta, pois acreditamos que outro modelo de produção é a base de uma sociedade livre e justa. Alimentar é um ato político!

Brasil: 3 Anos De Lama, 3 Anos De Luta: A Marcha Que Marcou Três Anos De Injustiça E Descaso Após O Derramamento De Rejeitos No Rio Doce

A cada ano que passa, as marcas do crime do dia 05 de novembro de 2015 no Rio Doce ficam mais evidentes. Os mais de 50 milhões de m³ de rejeitos de minério derramados nas águas chegaram como um tsunami, devastando tudo o que encontrava no caminho, matando dezenove pessoas e acabando com o modo de vida ribeirinho.

Três anos depois, uma marcha que percorre o mesmo caminho da nascente (em Minas Gerais) à foz do Rio Doce (no Espírito Santo) encontra saudade, injustiça, indignação, mas também esperança, união e luta.

Brasil: Justiça a serviço de quem? Nota da pagina do MST

Em 1998, 450 famílias Sem Terra ocuparam a área da usina Ariadnópolis, na cidade de Campo do Meio, Sul de Minas. O local, que então pertencia à Companhia Agropecuária Irmãos Azevedo (CAPIA) e que soma uma dívida de R$300 milhões de reais, faliu e encerrou suas atividades dois anos antes da ocupação em 1996.

O tempo passou e os quatro mil hectares em que apenas a monocultura de cana-de-açúcar predominava ganharam vida e hoje geram trabalho e renda para mais de duas mil pessoas.

Brasil: Comissão Interamericana De Direitos Humanos Inicia Visitas A Estados

Após 23 anos desde a última visita ao Brasil, delegação da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA) chega ao Brasil para verificar a situação dos direitos humanos. A última visita da CIDH ao país foi em 1995.

O órgão da OEA observará a situação dos direitos humanos no Brasil, abordando os eixos transversais: discriminação, desigualdade, pobreza, institucionalidade democrática e políticas públicas em direitos humanos.

Brasil: Após três anos do crime, atingidos pelo rompimento da barragem da Samarco realizam marcha de Mariana à Vitória

Milhares de atingidos realizam manifestações ao longo dos 650 km atingidos pela lama de rejeitos em luta por seus direitos. População denuncia que Renova não construiu sequer uma casa e centenas ainda não são reconhecidos 

No dia 5 de novembro completam-se três anos do maior desastre socioambiental do Brasil: o rompimento da barragem de rejeitos de Fundão, da mineradora Samarco, controlada pela Vale e pela BHP Billiton.

Brasil: Organizações sociais do Mato Grosso denunciam possibilidade de novo massacre na região de Colniza

A violência agrária no estado de Mato Grosso parece não ter fim: prisões, assassinatos, pistolagem, trabalho escravo, despejos e expulsões são realidades cotidianas. Mesmo sob denúncias e avisos, estas violências teimam em permanecer. A morosidade e a permissividade do Estado legitimam e, por vezes, institucionalizam estas ações.

Brasil: Capitalizaram O Egoísmo - Juventude do MPA

Eu luto todos os dias comigo mesmo. É uma batalha que dura, pelo menos, metade de minha existência até aqui. Esqueço-me desta luta somente quando paro para prestar atenção em minha própria respiração. Lutar e respirar. Respirar e lutar. Como um mantra. Luto contra mim mesmo porque parte de mim é o mundo. Metade de mim é de coisas que aprendi com o mundo.

A Eleição Terminou, Mas A Luta Está Apenas Começando: Seguimos De Cabeça Erguida Resistindo Pelo Brasil!

Vivemos um processo eleitoral totalmente atípico. Desde o encerramento do período militar não tínhamos a prisão política de um líder, como a de Luiz Inácio Lula da Silva, injustamente condenado, e que teve sua candidatura impugnada pelo Tribunal Superior Eleitoral. Um processo em que forças que atuavam, até então, nos porões do país, emergiram a disputa presidencial provocando uma grande onda de ódio e violência contra o povo brasileiro.

Brasil: Dirigente do MST é detido arbitrariamente pela PM em Pernambuco

Da Página do MST 

Na tarde deste sábado, 27, o integrante da Direção Nacional do MST, Jaime Amorim, foi detido pela PM de Caruaru ao exercer seu direito de eleitor e cidadão, fazendo panfletagem no centro da cidade, junto com a militância. 

Ameaçado por eleitores do candidato da oposição, o policial que se apresentou não estava a serviço da corporação. A assessoria jurídica já foi acionada e a militância permanece nas ruas pela democracia. 

Confira abaixo a nota do MST em Pernambuco.