Notícias em Português

MPA Participa Do Primeiro Seminário Internacional Dos Povos Na Colômbia

Entre os dias 6 a 11 deste mês, representantes dos Movimento Sociais vindos de mais de 20 países da América Latina estiveram em Bogotá, na Colômbia, para o primeiro Seminário Internacional dos Povos com o objetivo de expor e debater sobre as realidades sociais, políticas e históricas de luta que cada organização tem desenvolvido em seus países.

Brasil: Posição política do MST em relação ao 2° turno das eleições presidenciais

Entendemos que nessas eleições estão em disputa dois projetos. E nos posicionamos a favor do projeto que defende os trabalhadores e trabalhadoras, a democracia e um país mais justo e soberano11 de outubro de 2018 16h02

O MST manifesta seu apoio à candidatura de Fernando Haddad e Manuela D' Avila a presidência da República e convoca as famílias assentadas e acampadas, os apoiadores e apoiadoras da luta pela reforma agrária à somarem-se na luta para a elegermos um projeto popular para o Brasil neste segundo turno.

Brasil: João Pedro Stedile do MST avalia disputa entre Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL) nas eleições presidenciais

"Projetos e interesses ficarão claros no segundo turno"

"No primeiro turno, Bolsonaro se escondeu. Como são apenas dois candidatos, ficará claro que são dois projetos [distintos e opostos]". Foto: Rafael Stedile

Do Brasil de Fato

Brasil: Entrevista do MST a Aleida Guevara "Um povo não pode viver sem ter segurança na justiça social de seu próprio país"

Em visita no Armazém do Campo-SP, na noite desta segunda-feira (1),  Aleida Guevara, médica pediatra cubana, filha de Ernesto Che Guevara e Aleida March, demonstrou preocupação com o golpe no Brasil, a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e com a ameça de fascismo que cresce no país.

Para Guevara a resposta para essa onda conservadora que ameaça a já frágil democracia brasileira deve vir das ruas e do povo unido e mobilizado.

Brasil: Fomos Milhares De Mulheres Nas Ruas Contra O Fascismo E Por #EleNão

As mulheres em todos os Estados brasileiros e no exterior neste sábado (29) pintaram as ruas de povo e ecoaram o #EleNão, contra o fascismo, contra a violência, contra o capital, contra o machismo e o capitalismo neoliberal nos atos programados em todo país. Com batucada, bloco de carnaval, cartazes, faixas, lambes, pirulitos e muita animação os atos formam pacíficos e com presença de mulheres de todas as idades, inclusive crianças.

Brasil: É pela vida das mulheres: descriminalização do aborto é uma bandeira de luta de todas - MST

Não podemos aceitar que as mulheres sigam sendo injustamente presas e mortas por realizarem aborto28 de setembro de 2018 16h42

Por Setor de Gênero do MST 

Somos mulheres e homens que lutamos, cotidianamente, pela emancipação humana e é por isso que nos juntamos para ecoar o grito de liberdade! Hoje, 28 de setembro, é o Dia de Luta pela Descriminalização do Aborto na América Latina. A data foi instituída no 5° Encontro Feminista Latino-Americano e Caribenho, realizado em 1999. Desde então, o dia é marco para a luta em defesa do direito ao aborto legal e seguro.

Brasil: Juventude Camponesa Cria Brigadas Nos Estados Com O Objetivo De Contribuir Na Campanha Eleitoral Dos Candidatos Populares

Com músicas, teatro, e a divulgação dos projetos dos candidatos populares a juventude camponesa do MPA há algumas semanas tem se dedicado a dialogar com a população do campo e da cidade em pelo menos cinco Estados. Entre as palavras de ordem que tem ganhado ecos em todos os cantos é, “Valorize seu voto, ele é sua expressão; De alegria, tristeza ou indignação; Valorize o seu direito e vote consciente; Tire do poder os corruptos inconsequentes”, é a poesia como ferramenta de luta e denuncia.

Brasil: MPA Inaugura A Primeira Unidade De Beneficiamento De Mel Na Bahia

Com a organização e luta dos camponeses e camponesas, o MPA realizou no dia 14 de setembro, 2018, o Ato de Inauguração da primeira Unidade de Beneficiamento de Mel (UBM) no povoado do Paraíso, município de Jacobina, Bahia, além destas, nos próximos meses devem ser inauguradas mais oito unidades. Estiveram presentes apicultores, camponeses, lideranças de associações locais e representantes políticos dos municípios de Jacobina, Serrolandia, Capim Grosso, Ourolândia, Caém, Caldeirão Grande, Quixabeira, Mirangaba, Queimadas e Umburanas.

Repudio da Via Campesina Brasil sobre a posição do governo brasileiro diante CARTA Direitos Camponeses na ONU

Desde 2012, o Conselho de Direitos Humanos da ONU criou um grupo de trabalho inter governamental para

que o mesmo redate e proponha uma declaração sobre direitos dos camponeses para que a mesma seja

adotada pelo Conselho e logo aprovada pela ONU.

 

Este grupo de trabalho inter governamental esta sendo presidido pelo Governo da Bolívia e nestes 6 anos já

se realizaram múltiplas consultas e instancias participativas para que a sociedade civil e os estados