Portugués

A população de Barão de Cocais vive em medo e incertezas desde o dia 13 de maio, quando foi anunciado o deslocamento inevitável do talude do Complexo Gongo Soco, da mineradora Vale. Segundo documentos da própria empresa, o deslocamento deve ocorrer até o dia 25 de maio e pode causar tremores de terra que afetariam a Barragem Sul Superior do Complexo, levando-a ao rompimento.

Vistoria está prevista para ocorrer em dezembro deste ano, entidade vai produzir relatório e cobra responsabilização por parte do governo brasileiro e das empresas

Foto: Filippe Chaves

Nesta sexta-feira (22), o Movimento dos Atingidos por Barragens vive um momento de dor e revolta no estado do Pará. A integrante da coordenação regional do movimento em Tucuruí Dilma Ferreira Silva foi assassinada junto com integrantes de sua família - por enquanto, ainda não há detalhes sobre o número de vítimas ou o motivo do crime.

Dilma foi atingida pela construção da usina hidrelétrica de Tucuruí, viu sua cidade ser alagada com a abertura das comportas, e vivenciou o descaso total no processo de reparação, passaram 30 anos desde o começo da obra sem nenhuma compensação.

Os crimes cometidos pela Vale em Mariana e Brumadinho, ambos em Minas Gerais, não silenciaram as vozes da população atingida, que nessa terça (19) chegaram em Genebra- Suíça, para reunião no Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU).

Impunidade Nunca Mais! Nossos direitos na lei!

Para o 14 de março, Dia Internacional de Luta Contra as Barragens, pelos Rios, pela Água e pela Vida , o Movimento dos Atingidos por Barragens-MAB organizam uma jornada entre os dias 13 e 14, em ações de rua que devem reunir cerca de 500 pessoas de Minas e Espírito Santo.

Da Página do MST 
Foto: Gustavo Marinho
 
Hoje (8) mulheres Sem Terra de todo o Brasil saem às ruas para defender seus direitos.

Em artigo inédito, integrantes do Ministério Público Federal alertam contra retrocessos nos direitos territoriais e risco de genocídio

Por Helena Palmquist, assessora de comunicação do MPF/PA

O lucro não vale a vida!

A cada dia que passa, novos elementos surgem para comprovar a negligência e imprudência da Vale, e a leniência de órgãos públicos diante do poder econômico da empresa. O lucro dos acionistas sempre esteve à frente da proteção da vida e do meio ambiente ameaçado por seus empreendimentos.

Os atingidos vivem a dor das perdas e angustia e indignação com a falta de respostas, enquanto há tentativas da empresa em protelar ou evitar as reparações (muitas vezes irreparáveis) e fugir da suas responsabilidades.

O 1° Seminário de Comunicação: O MST na batalha das ideias', foi realizado de 14 a 17 de fevereiro, na Escola Nacional Florestan Fernandes, em Guararema

 

Da Página do MST 

 

Quem é o comunicador popular? Qual a centeia que faz pessoas de norte a sul caminharem em direção a uma comunicação alternativa, participativa e participatória?

Os bispos apontam que depois da Usina Hidrelétrica Belo Monte ter sido construída, a empresa canadense Belo Sun pretende explorar as minas de ouro na Volta Grande do Xingu

A Volta Grande do Xingu é alvo da mineradora canadense Belo Sun. Depois da UHE Belo Monte, o rio Xingu volta a correr sérios riscos. Crédito: Marcelo Salazar/ISA

POR ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO – CIMI