Portugués

Categorías para Noticias en Portugués

Em razão ao Dia Mundial da Alimentação, celebrado em 16 de outubro, mais de 30 organizações, movimentos populares e sociais, assinam o Manifesto Pela Democracia e Contra a Fome que denuncia as graves violações de direitos que afetam duas dimensões do Direito Humano à Alimentação Adequada (DHAA) no Brasil: o direito de não sofrer fome e o direito de nos alimentarmos com base em processos e sistemas alimentares adequados, sustentáveis e saudáveis.

O Movimento Mulheres Unidas Contra Bolsonaro, a Frente Brasil Popular e a Frente Povo Sem convocam atos em todo país para este sábado, 20, em defesa da democracia e dos direitos. “O povo irá manifestar seu amor pelo Brasil, por essa pátria tão forte quanto diversa. Vamos levantar nossas vozes, em cada cidade, para rechaçar os ataques e ameaças à nossa democracia e aos nossos direitos políticos e sociais”, aponta o documento publicado hoje, 17 de outubro.

Confira o documento na integra:

 

Tod@s pelo Brasil! Nas ruas no dia 20 de outubro

Em entrevista, o camponês e dirigente do MPA, Leomárcio Araújo, discute sobre as especificidades e necessidades desta prática no contexto brasileiro.

Entre os dias 6 a 11 deste mês, representantes dos Movimento Sociais vindos de mais de 20 países da América Latina estiveram em Bogotá, na Colômbia, para o primeiro Seminário Internacional dos Povos com o objetivo de expor e debater sobre as realidades sociais, políticas e históricas de luta que cada organização tem desenvolvido em seus países.

Entendemos que nessas eleições estão em disputa dois projetos. E nos posicionamos a favor do projeto que defende os trabalhadores e trabalhadoras, a democracia e um país mais justo e soberano11 de outubro de 2018 16h02

O MST manifesta seu apoio à candidatura de Fernando Haddad e Manuela D' Avila a presidência da República e convoca as famílias assentadas e acampadas, os apoiadores e apoiadoras da luta pela reforma agrária à somarem-se na luta para a elegermos um projeto popular para o Brasil neste segundo turno.

"Projetos e interesses ficarão claros no segundo turno"

"No primeiro turno, Bolsonaro se escondeu. Como são apenas dois candidatos, ficará claro que são dois projetos [distintos e opostos]". Foto: Rafael Stedile

Do Brasil de Fato

Em visita no Armazém do Campo-SP, na noite desta segunda-feira (1),  Aleida Guevara, médica pediatra cubana, filha de Ernesto Che Guevara e Aleida March, demonstrou preocupação com o golpe no Brasil, a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e com a ameça de fascismo que cresce no país.

Para Guevara a resposta para essa onda conservadora que ameaça a já frágil democracia brasileira deve vir das ruas e do povo unido e mobilizado.

As mulheres em todos os Estados brasileiros e no exterior neste sábado (29) pintaram as ruas de povo e ecoaram o #EleNão, contra o fascismo, contra a violência, contra o capital, contra o machismo e o capitalismo neoliberal nos atos programados em todo país. Com batucada, bloco de carnaval, cartazes, faixas, lambes, pirulitos e muita animação os atos formam pacíficos e com presença de mulheres de todas as idades, inclusive crianças.

Não podemos aceitar que as mulheres sigam sendo injustamente presas e mortas por realizarem aborto28 de setembro de 2018 16h42

Por Setor de Gênero do MST 

Somos mulheres e homens que lutamos, cotidianamente, pela emancipação humana e é por isso que nos juntamos para ecoar o grito de liberdade! Hoje, 28 de setembro, é o Dia de Luta pela Descriminalização do Aborto na América Latina. A data foi instituída no 5° Encontro Feminista Latino-Americano e Caribenho, realizado em 1999. Desde então, o dia é marco para a luta em defesa do direito ao aborto legal e seguro.

Com músicas, teatro, e a divulgação dos projetos dos candidatos populares a juventude camponesa do MPA há algumas semanas tem se dedicado a dialogar com a população do campo e da cidade em pelo menos cinco Estados. Entre as palavras de ordem que tem ganhado ecos em todos os cantos é, “Valorize seu voto, ele é sua expressão; De alegria, tristeza ou indignação; Valorize o seu direito e vote consciente; Tire do poder os corruptos inconsequentes”, é a poesia como ferramenta de luta e denuncia.