I Encontro Nacional do Movimento de Mulheres Camponesas inicia com forte representação de mulheres de todo o Brasil

20/02/2013

Miércoles 20 de Febrero de 2012

mmcO tema central do I Encontro Nacional do Movimento de Mulheres Camponesas(MMC) ecoou com toda a força através da voz de cerca de três mil mulheres reunidas em Brasília, representando 23 estados brasileiros, na tarde desta segunda-feira, 18, durante a abertura oficial do evento: “Na sociedade que a gente quer, basta de violência contra a mulher!”. De acordo com Justina Cima, da coordenação do MMC, o encontro é fruto de uma luta histórica de resistência e será um momento de reafirmação da força de organização das mulheres camponesas. “Queremos uma sociedade transformada, onde o projeto de agricultura camponesa seja colocado como projeto de vida para o campo e para a cidade. Essa reflexão nos remete ao compromisso de fortalecer cada vez mais o MMC e a articulação com as demais organizações”, enfatizou a dirigente do MMC.

Movimentos sociais e populares, entidades, federações, associações,ONG’s e inúmeras lideranças políticas se fizeram presente na abertura do encontro.
Estiveram presentes também 10 representações de organizações de mulheres da América Latina, América Central, África e Europa.O I Encontro Nacional do Movimento de Mulheres Camponesas vai até quinta-feira, 21, no Pavilhão do Parque da Cidade, em Brasília. Confira destaques da programação do evento:

Terça-feira, 19/02:

-8h00 - Mística

- Conjuntura nacional e internacional:

- A Comissão da Verdade e as camponesas com a Ministra Direitos Humanos Maria do Rosário

- Lançamento do livro sobre o Joao Sem Terra com a autora Márcia Camarano

13:15h – Intervenções Culturais com Jovelinas

14:00h às 15:30h - Mini-plenárias:

Violência contra a Mulher: mecanismos de enfrentamento;

Direitos reprodutivos e saúde da mulher;

Divisão sexual do trabalho;

Superação das desigualdades de gênero, raça, etnia e geracional;

Valor do trabalho doméstico remunerado e não remunerado;

Importância da saúde integral e alimentação saudável;
Autonomia econômica das mulheres;
O Papel das Mulheres na Agroecologia;

17:00h às 19:00h– ATO COM A PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF

19:30h às 23:00h – Intervenções Culturais

Quarta-feira, 20/02:

8:30h – Mística

9:00h –  As lutas feministas, camponesas,  populares e a Produção de  Alimentos Saudáveis

- Nalu Faria - Marcha Mundial Mulheres

- Sílvia Camurça – Articulação de Mulheres Brasileira

- Maria Emília Pacheco – Presidente do CONSEA Nacional

- Adriana Mezadri - MMC

Objetivo: resgatar a luta de resistência e enfrentamento feminista e mostrar a importância da campanha nacional de produção de alimentos saudáveis para o projeto de agricultura camponesa feminista.

10:20h às 10:45h – Intervenção Loucas da Pedra Lilás                

10:30h às 12:00h - Mini-plenárias:

Agroecologia e Projeto de Sociedade:

Campanha contra os Agrotóxicos:

Produção de Alimentos Saudáveis e Meio Ambiente

Políticas Públicas de Produção e Comercialização de Alimentos Saudáveis:

Plantas Medicinais, Práticas e Legislação:

Sementes Crioulas, Práticas e Legislação:

Envelhecimento no Campo – Juventude:

As Mulheres e a Seguridade Social: saúde, previdência e assistência

Objetivo: entender a seguridade social que engloba saúde, previdência e assistência e a importância da luta pelo acesso aos direitos. Como fortalecer a luta para garantir os 6 meses de salário maternidade das mulheres trabalhadoras rurais

16:00h: Ação de Solidariedade às vítimas de escalpelamento

15:30h às 17:30h -Trabalhos por Estados sobre a organicidade – Como fortalecer a organizar as mulheres e o MMC no estado e a indicação de duas representantes do MMC de cada estado para compor a Coordenação Nacional do MMC

19:30h – Entrega das Lembranças do Encontro Nacional do MMC

20:00h – Intervenção Cultural

Quinta-feira, 21/02:

8:00h -  Mística e Motivação

9:00h-  Mobilização contra a Violência

   Carta do Encontro Nacional do MMC

http://www.mmcbrasil.com.br